Moda Criativa
17 jun 2024

Acessórios Juliana Bicudo: porque a vida sempre pode ser mais criativa!

Se você é como eu e adora colocar criatividade e cor no dia a dia, vai concordar que ter a chance de inserir uma peça da Juliana Bicudo em seus looks é um convite pra fugir do marasmo!

Os calçados, bolsas e cintos da arquiteta e designer Juliana Bicudo são apaixonantes! Já tive a sorte de estar ao vivo e a cores em sua loja / galeria de arte e é uma experiência deliciosa ver cada peça de perto, verdadeiras obras de arte.

A coleção atual de Outono se superou na união de cores e texturas e traz para a estação uma possibilidade de fugir do óbvio com animal print, paleta aconchegante, um brilho elegante e recortes, que já são assinatura da Ju Bicudo. Veja com seus próprios olhos a seleção que trago aqui e também deixo a sugestão para ver os demais modelos em seu espaço ou no conteúdo online.

Juliana Bicudo apresenta coleção Outono/Inverno 24: Uma homenagem à elegância e à identidade feminina. Devo completar que essa união de calçado contemporâneo com estética vintage está de suspirar? Na foto no espelho, estou provando um modelo de colab e comprovei que além de esculturais, são super confortáveis.

Para saber mais sobre as criações de Juliana Bicudo, acesse:

https://www.julianabicudo.com.br/

Decoração
14 jun 2024

CASACOR SP: sempre uma experiência prazerosa

Já faz mais de uma década que bato cartão na CASACOR SP com o objetivo de me inspirar, fazer cobertura para as marcas e veículos da vez e ainda me preencher de boas sensações! Pra mim, essa visita anual já é um ritual gostoso que significa curtir um dia na cidade de uma forma diferente, absorver referências, curtir aromas pelos ambientes, tomar um café demorado sorvendo o espaço e registrar MUITO para depois aos poucos refletir sobre cada cenário e história contada.

Dessa vez, minha visita para o conteúdo PJ foi motivada pelo radar de uso de revestimentos, aplicações e patrocínios de marcas do setor e referências visuais inspiradoras para uma multimarcas. Além desse olhar, também tenho os dois olhos abertos para o segmento do design de interiores e paisagismo que estão presentes 100% dos meus dias como produtora de conteúdo e assessoria. Visitar a mostra é poder estar dentro literalmente de espaços criados por importantes nomes do mercado, analisar repetições, forças da vez, possíveis tendências, temas em voga e também formas que criações foram contadas. Tudo isso sempre me motiva e traz energia para minha criação diária.

Já para o meu estado de espírito e meu olhar PF, que se mistura muito obviamente com o PF, é puro deleite! E amo estar em lugares que inspiram cada sentido. Gosto do cuidado com a trilha sonora, com o aroma, com a forma de contar a presença de um morador no espaço. Eu sempre me apaixono por ambientes a ponto de querer reproduzir em casa ou de buscar detalhes que me revelem o sentimento de empatia e sinergia com o espaço. Gosto muito das sensações promovidas por ambientes que me impactam e curto passear pelos detalhes, sejam de uma produção de casa de cabana, sejam de um banheiro relaxante.

Sempre saio de uma CASACOR com os olhos sorrindo. É essa a minha sensação e experiência. Pretendo ir mais uma vez ainda nessa edição por não ter tido tempo de curtir todo circuito com a mesma atenção e cuidado aos sentidos. Voltarei! E recomendo sempre a visita, independente se for da área ou estiver planejando uma transformação. Para inspiração e sentir e ver e presenciar boas histórias!

Para comprar ingressos e saber sobre horário e dias de mostra: vem no site.

Inspirações
16 maio 2024

O que estou fazendo agora?

Para começar, é importante tirar a poeira e contar que esse blog que já foi meu diário por tantos anos (não vamos dar detalhes sobre datas!) estava tristonho e deixado de lado há algum tempo. A vida corrida e focada em manutenção de clientes, filho, casa, afazeres acabou permitindo apenas o compartilhamento em cliques instantâneos, uma ou outra foto de feed com legenda mais bem pensada e lá com muita disposição, um vídeo relatando leituras com mais minutinhos.

Vamos pensar então em voltar aos poucos, sem obrigatoriedade de periodicidade, mas por prazer de registrar o que tenho visto, feito, pensado e curtido por aí? Então vamos!

Para começar a apertar o publicar novamente sem tanta cerimônia, trago um bate-bola rápido sobre: o que estou fazendo agora? E não vale falar de trabalho, certo? O desafio é sempre contar coisas da vida sem precisar apenas definir o que está nas horas “comerciais”. Vamos nessa? E sem sensura?

O que estou lendo: estou nas últimas e doídas páginas do livro Oração para Desaparecer de Socorro Acioli, autora de Fortaleza. Esse livro ganhei da minha tia (uma surpresa linda que chegou sem avisos via Amazon pelo correio e me fez sorrir muito) e desde o dia que chegou – há uns 5 – não parei de ler. Por que as páginas finais estão doídas? Porque livro que nos acolhe, que nos faz querer ler por horas com uma caneca ao lado, não queremos que tenha fim. Esse livro é amoroso, é sereno e apesar de envolver uma certa magia e surrealismo, tem verdade e nos envolve como se tudo pudesse ser completamente real. Indico demais mesmo antes de fechar.

Em paralelo estou lendo um livro de Pati Smith chamado Linha M que ainda não me envolveu ao ponto de contar detalhes, mas traz um clima nostálgico de memórias em cafés. E na esteira já tenho A Cirurgiã que ganhei com carinho de outra tia (oba!) e A Cabeça do Santo da mesma Socorro Acioli.

O que estou assistindo: verdade seja dita, se for para falar o que estou assistindo semanalmente, uma série médica sempre estará aqui em pauta. Para quem não sabe, por mais diversificada que eu tente ser na literatura, sou um pouco monotemática e “pop” na ficção dos streamings quando se trata de paixões constantes. Eu curto mesmo um Chicago Med (companhia atual), sou louca por Grey’s Anatomy, já fui assídua de Amsterdam Hospital e por aí vai. Não me julguem, o clima me atrai real.

Mas se puder dar sugestões que fogem desse tema, o filme Uma ideia de você marcou minhas útimas semanas e me fez refletir sobre a passagem do tempo, relacionamento e liberdade. Além desse, também acabei de ver The Bold Type depois de um gap de anos entre temporadas e percebi que talvez tenha amadurecido uns 10 anos entre elas. Mas é leve, é gostoso de sentir NY e o mundo editorial.

O que estou comendo e bebendo: tenho fases alimentares que parecem marcar minha rotina e alguns sabores de tão marcados conseguem me levar para fases distintas da vida. Podem atribuir ao meu signo (taurina), mas o que consumo, com a boca mesmo! O que curto comer, beber para relaxar e me nutrir é realmente parte importante do ciclo que estou vivendo. Pois bem: as manias da vez são banana amassada com granola crocante – algo que pasmem! jamais pensei em comer na vida – passei a comer banana aos 37 anos. Hoje sou uma jovem senhora que discute tipos de banana no caixa do mercado e esse lanche entra em diferentes versões no meu dia a dia. Banana chips com canela também está nos top 5 sabores da temporada e vem logo atrás tapioca com banana e queijo. Está estranho isso aí? Está. Mas alimenta de uma forma tão carinhosa que estou mesmo envolvida com as variantes da fruta.

Para tomar? Café jamais sairá da minha lista premium e recentemente ganhei uma máquina Nespresso pra me fazer companhia no meu escritório (ando alucinada com essa novidade sim!). Tenho sido fiel amante das cápsulas Starbucks (podem criticar, mas é tão bom), mas para compensar, estou apaixonada pelo café artesanal do litoral norte nomeado Litoral Caffé, mais especificamente o blend Bonete (ganhei de uma amigona e ela comprou no Armazém Paneiro aqui em Ilhabela) e tem um sabor natural intenso de chocolate. Zero novidade nesse bloco? Ah, vai, a banana te animou!

Bora de publicar para acabar com essa tensão de post pessoal número 1 depois de tanto tempo? É chegada a hora e o próximo virá rapidinho! Mas sem pressão, vida! Porém, retomem esse hábito desse folhetim que farei valer a pena!

Crédito da imagem da cama gostosinha

Comidinhas
13 dez 2023

Vamos fazer biscoitos de Natal?

Com pouco mais de 10 dias para o Natal, é hora de pensar nas deliciosas e tradicionais preparações que fazem parte da tradição e da magia da data. Pensando nisso,a Camicado, marca de casa e decoração da Lojas Renner S.A, junto com a influenciadora Ana Berg (@anaaberg), preparou uma receita exclusiva de biscoitos gingerbread.

A origem desse biscoito de gengibre nos leva ao ano de 992, quando o monge Gregório de Nicópolis levou a receita para a região de Bondaroy, atual Norte da França. A partir daí, o doce foi se tornando mais conhecido pela Europa e era até considerado como tendo propriedades medicinais que solucionam problemas estomacais. No século 18, a receita ganhou popularidade e também chegou às Américas – diferentes versões dela estão no primeiro livro de receitas impresso nos Estados Unidos, que leva o nome American Cookery e foi escrito por Amelia Simmons.

A receita que Ana Berg sugere é fácil de seguir, muito saborosa e seu preparo pode se tornar uma atividade divertida para a família toda no Natal, já que é possível moldar essas bolachas em diferentes formatos e decorá-las como a criatividade mandar. Finalizados os biscoitos, é possível colocá-los em lindos potes e também embalá-los para presentear.

Confira o passo a passo:

Ingredientes para sua receita de biscoitos de Natal:

– 360g de farinha de trigo;

– 2 colheres de chá de gengibre em pó;

– 2 colheres de chá de canela em pó;

– 1/4 colheres de chá de noz moscada em pó;

– 1/4 colher de chá de cravo em pó;

– 1 colher de chá de bicarbonato de sódio;

– 1/2 colher de chá de sal;

– 160g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente;

– 150g de açúcar mascavo, peneirado;

– 120ml de melado de cana;

– 1 ovo, em temp. ambiente;

– 1 colher de chá de extrato de baunilha.


Modo de preparo:

Na batedeira (de preferência com raquete), adicione a manteiga e o açúcar mascavo. Na sequência, bata até que a mistura fique esbranquiçada e fofa. Depois, adicione o melado, o ovo e a baunilha e volte a bater até incorporar. 

Raspe as laterais do bowl com uma espátula e bata mais um pouco. Em uma tigela, peneire a farinha e adicione: bicarbonato, sal, canela, cravo, gengibre e noz moscada. Misture e adicione os secos, aos poucos, na batedeira em velocidade baixa, até que se forme uma massa homogênea.

Na sequência, separe a massa em duas porções e cubra com plástico filme. Abra um pouco com o auxílio de um rolo – isso vai facilitar depois na hora de abrir para cortar – e leve os discos de massa à geladeira por no mínimo três ou quatro horas. 

Abra a massa, com aproximadamente 0,5 cm de espessura, entre duas folhas de papel manteiga com um pouco de farinha. Corte os biscoitos e transfira-os para uma forma com papel manteiga, deixando espaço entre eles e leve-os ao congelador por 10 minutos. Depois leve para assar em forno pré aquecido a 180 °C por 10-12 min. Por fim, retire do forno e deixe-os esfriar antes de decorar ou armazenar.

Acesse aqui para achar onde comprar os itens para sua receita na loja mais próxima ou online.