Cola Visita
12 jun 2017

CasaCor SP 2017: um olhar para o handmade

Quem acompanha o blog há algum tempo sabe que é ritual já fazer um tour pela CasaCor SP todo ano e relatar os destaque por aqui. Feliz da vida que esse ano não foi diferente e já rolou a primeira visita ao super evento no Jockey Clube!

A cada ano busco tendências, vou com uma pauta na cabeça e procuro trazer um olhar pessoal. Na mostra 2017, minha vontade foi me libertar de tendências ou modismos e dar um zoom no artesanal, dar luz ao handmade e a diversas peças manuais que visse pela minha pernada pelo evento.

Vamos ver alguns destaques? O trabalho manual está em evidência e está fácil ressaltar sua importância em diversos ambientes! Para que o handmade seja ainda mais valorizado, coloco em cada legenda os responsáveis pelas lindas criações. #colaamou Obrigada pela companhia!

Mural realizado manualmente com caneta na parede da artista visual Kaju e Clarots. Linda obra de arte em um banheiro da Casa Sustentável. Espaço para arte também nesse ambiente intimista.

Colagem que lembrava lambe lambe do trabalho do artista Tinho Flaneur

No ambiente Casa do Nômade, Mauricio Arruda explorou obras de arte do norte, DIY e tapeçarias

Quarto de bebê criado pelas arquitetas Fabiana Silveira e Patricia de Palma, do SP Estudio, com diferentes elementos artesanais que tornaram o ambiente um dos meus favoritos da mostra.

No quarto do bebê, obra linda da marca artesanal Iluminoo, um trabalho primoroso realizado no papel manualmente.

Berço de macramê da querida Leti Matos do 13 Pompons e arte com Posca na parede de Adriana Martô. Apaixonantes e lindas escolhas!

Boneco feito de patchwork e olhos de botões do projeto de Tinho Flaneur, confira no instagram do artista!