Decoração
13 nov 2017

Painel de TV, que decora e organiza

Outro dia foi a vez de escrever sobre painéis de madeira perfurados que são um suporte e tanto para organizar e decorar home office, quarto, cozinha e até ateliê ou oficina. Agora o painel da vez é o painel de tv, uma forma prática, estética e certeira para decorar a sala de tevê e além de esconder fios, dar o estilo que procura ao ambiente.

Vamos junta(o)s atrás de algumas ideias para dar personalidade a essa área da casa?

Com madeira bicolor, o painel de tevê sobe o teto, dando mais conforto e aconchego ao ambiente

De mãos dadas com o rack (móvel que também comporta outros eletrônicos) ou com a tevê suspensa e acoplada, o painel de tevê resolve três questões facilmente: disfarça e organiza fios dos aparelhos, traz amplitude (cores claras valorizam o espaço) e corrige qualquer imperfeição da parede com personalidade. Tudo fica embutido e a parede preenchida e coberta com o material escolhido. Up imediato na sala!

Projeto da arquiteta Duda Senna. A sala de tevê pequena fica mais leve e organizada sem fios aparentes!

Para salas grandes ou pequenas, é um móvel curinga que faz grande diferença no ambiente! Para combinar com a decoração escolhida, vale investir em painéis de madeira clara, escura, painel de tevê de pallet, painel em mdf, fórmica, vinílico.  O que mais orna por aí? Do projeto DIY ao móvel pronto, a ideia é personalizar sua sala de tevê e tornar o relax de pés pra cima ainda mais prazeroso!

Projeto Tetriz Arquitetura

Painel de tevê feito de piso de deck de encaixar. Curti, hein?

Bom Netflix com pipoca pra você também!

DIY
26 set 2017

Como renovar móveis com cor: dicas para pintar

No melhor estilo “faça você mesmo”, renovar os móveis pode ser uma opção fácil e econômica para dar outra cara ao ambiente. Algumas dicas de como pintar um móvel enviadas pela Suvinil podem deixar a tarefa mais simples! Confira boas sugestões abaixo e vamos ao extreme makeover!

Imagem via www.artenzo.com

Transforme o mobiliário apenas com as tintas

Na hora de repaginar a casa, uma das principais dúvidas é como escolher as cores. Neste caso, por que não colorir os objetos e móveis dos cômodos? Brincar com as tonalidades nestes elementos, deixam os espaços mais modernos e cheios de originalidade. Para evitar arrependimentos e garantir sucesso, antes de selecionar o tom desejado, leve em conta o estilo e as cores de móveis e objetos que já compõem o ambiente. Não se esqueça de relacionar os tons com o tamanho do móvel: tons claros para suavizá-los e escuros como contrapesos para destacá-los.

Agora, vamos à prática com dicas de acabamento e o processo de pintura de móveis do início ao fim!

Confira o passo a passo para dar outra cara à mobília:

1.    Escolha da tinta: o tipo de tinta adequada para madeiras e metais é o Esmalte. A Suvinil oferece duas versões: Esmalte Suvinil Seca Rápido (base água) ou Esmalte Suvinil Cor e Proteção.

2.    Defina a opção de acabamento desejado:

Acetinado: toque acetinado e requintado, brilho suave e alta resistência a limpeza ; Brilhante: toque liso e alto brilho, altíssima resistência a limpeza ; Fosco: sensação de toque seco. Ajuda a disfarçar imperfeições e irregularidades da superfície.

3.    Preparação: forre o chão com jornal ou uma lona para não sujar. Para o esmalte base água, tenha em mãos um pano úmido, caso respingue fora do forro você conseguirá limpar facilmente. Para a tinta base solvente use aguarrás.

4.    Pré-pintura: lixe levemente a superfície da madeira até eliminar o brilho, limpe o pó com um pano úmido e espere secar.

5.    Pintura: siga as instruções da embalagem do produto. Aplique uma ou duas demãos de tinta com intervalo de 4 horas entre elas. Finalize com o esmalte na cor desejada, aplicando uma ou duas demãos com intervalo de 4 a 8 horas, dependendo da especificidade do produto.

O bichinho da transformação DIY te atacou por aí também?  Recentemente transformei uma cabeceira de cama apenas mudando a sua cor e o resultado foi tão incrível que me perguntei por que não fazia isso mais vezes com móveis já caidinhos. Fica a dica para sua casa e boa criação!

Dicas
25 set 2017

Tendência: estilo tropical toma conta da decoração

Cola amou e compartilha! Porque novidades para decorar com bom humor são sempre bem-vindas. Aliadas a tendências do momento então, merecem ser vistas e curtidas. Flertei com as formas descontraídas desses abajures (estampas das cúpulas e bases) e mostro abaixo o release completo. Flagra nos pés de flamingo e na silhueta de cactos! Muito criativos! Fica a dica de uma nova marca, ao menos para mim! =)

Cores fortes e design divertido marcam a coleção Tropical Pop da Carambola Luminárias

Junte o verde intenso da vegetação, as cores vibrantes das frutas e a variedade de animais e TCHARAM: tenha inspiração aos montes. A natureza é um mar aberto de opções encantadoras que podem ser transformadas em itens decorativos. Ainda mais quando o calor bate à porta: por que não adotar o estilo tropical para dar um ar mais “refrescante” e divertido ao ambiente?

 

Pensando nesses elementos, a Carambola Luminárias lançou recentemente a coleção “Tropical Pop”, da linha Fun. Apresentada na maior feira de artigos para casa da América Latina, a ABCasa Fair 2017, a linha foi a que mais chamou a atenção dos visitantes. “Essa coleção aborda três figuras que estão muito em alta e não podiam passar despercebidas! Cacto, flamingo e abacaxi estão por todos os lados e, por serem um trio tão divertido, são a cara da nossa linha Fun. Cores fortes, estampas divertidas e formas como encantam a todos: impossível um ambiente receber esses itens e não se tornar alegre instantaneamente”, comenta a designer da Carambola, Yumi Sano.

O trio tropical

Abajur Abacaxi: Queridinho no universo fashion, que vem estampando camisetas e até virando desenho para tatuagens, o abacaxi é a fruta da moda. Tem a cara do Brasil e é o elemento chave para quem quer dar uma pitada de bom-humor na decoração. Pode se desprender dessa história de que fruta só serve para decoração de cozinha! O abajur Abacaxi é uma opção divertida para os mais variados cômodos da casa. Disponível nas cores amarela e preta.

 

Abajur Mandacaru e Cactus: Outro elemento bem brasileirinho é o cacto. O mandacaru, que é uma cactácea nativa do Brasil, é típico da região semiárida. A planta pode alcançar até seis metros de altura e é um importante “restaurador” de solos degradados. Pode até ser espinhento, mas o cacto simboliza a capacidade de superação de adversidades: ele consegue se adaptar muito bem à seca por conta da sua eficácia na retenção de água. Com um formato que lembra um candelabro, o elemento também virou uma simpática referência para os designers e foi essa a forma que inspirou o abajur Mandacaru, em duas versões: verde e preta.

O mesmo elemento é inspiração para a estampa do abajur Cactus, que é exclusiva, desenhada pela Carambola, com cúpula de tecido com cor verde predominante e base trabalhada em ferro.

 

Abajur Flamingo: O flamingo é uma ave chamativa por si só. É um animal raro, em extinção no Brasil. Conhecido por ficar numa perna só, o flamingo usa essa técnica como uma forma de equilibrar a temperatura corporal (ficando com uma perna só na água, não perde tanto calor). A cor meio rosada, meio avermelhada encanta e é resultado da alimentação do bicho que tem hábito de comer muitos crustáceos. Cheia de curiosidades, a ave é um ícone em alta desde a decoração de casa até de eventos e também virou luminária da Carambola.

O abajur Flamingo tem predominância da cor rosa na cúpula, estampa de flamingos exclusiva da Carambola e base de ferro que imita as perninhas da ave.

 
Para encontrar essas luminárias, acesse: www.carambolaonline.com.br
Fofos fofos, não são? Ótimos para descontrair um ambiente!
Inspirações
18 set 2017

CORAL ELEGE “ADORNO RUPESTRE” COMO A COR DE 2018

O tom cinza rosado é a grande aposta da marca da AkzoNobel Tintas Decorativas. Por meio de seu estudo global de tendências de cores, o ColourFutures™ 18, a Coral apresenta a cor do próximo ano: o cinza rosado “Adorno Rupestre”. Trata-se de um tom suave e quente que remete às pinturas dos primeiros abrigos da humanidade e ao aconchego da madeira natural, além de contribuir para um ambiente acolhedor.

A tonalidade se destaca em um momento de imprevisibilidade e insegurança em todo o mundo, capturando o desejo em comum de “uma casa que acolhe” – sentimento eleito como tema central do estudo, que comemora, em 2018, sua 15ª edição.

As motivações para escolha

“O ritmo acelerado, o grande volume de informações e as divisões da sociedade nos deixam inseguros sobre o que vamos encontrar da porta para fora. Por isso, o lar se torna cada vez mais importante. Precisamos que ele seja nosso santuário, o lugar onde podemos diminuir o passo, recarregar a energia e nutrir nossos valores”, diz Fernanda Figueiredo, gerente de Cores e Comunicação de Marca da AkzoNobel Tintas Decorativas.

Uma extensa pesquisa, que envolveu experts em cores da AkzoNobel e 11 designers e observadores de tendências ao redor do mundo, ofereceu uma ampla visão sobre diferentes reflexões e culturas. Assim, a companhia pôde capturar o estado de espírito do momento com a certeza de sua relevância universal. “Nossa Cor do Ano de 2018 realmente capta o clima do momento. ‘Adorno Rupestre’ e suas quatro paletas de cores complementares ajudarão os consumidores a alcançar uma casa que seja verdadeira e exclusivamente deles, trazendo um sentimento de segurança e tranquilidade”, reforça Fernanda Figueiredo.

Comportamento atual: volta do manual, cultura popular e crenças

Para a versão 2018 do ColourFutures™, a AkzoNobel contou com a participação da dupla de artistas plásticas brasileiras Adriana Pedrosa e Carlota Gasparian. Elas contribuíram ativamente em todo o processo de identificação de tendências, levando insights sobre o que está influenciando o comportamento da sociedade no Brasil e na América Latina. Dentre as temáticas emergentes no país, destacam-se a incerteza e a fé.

Em uma época de instabilidade, as pessoas tendem a sair do automático e ter fé na natureza, nas crenças ancestrais e nas próprias habilidades. “Há, hoje, um movimento de resgate espiritual aliado às culturas popular e ancestral por meio de rituais e crenças que trazem bem-estar – conexões com plantas, animais, as culturas indígena e xamânica”, relata Carlota Gasparian.

A dupla também destacou o resgate das habilidades manuais e dos antigos conhecimentos para novas gerações como uma temática bastante atual na região. “É a volta dos sentidos. A criação de novas habilidades, como crochê, pintura, marcenaria, culinária e costura, será cada vez mais o ‘novo luxo’. O seu é único”, explica Adriana Pedrosa.


“A cor de 2018 é um tom de terra rosado suave, remetendo justamente à nossa busca pelo pertencimento. O próprio nome ‘Adorno Rupestre’ resgata a conexão com o passado. As representações gráficas feitas pelos seres humanos pré-históricos nas rochas foram uma das primeiras maneiras que encontramos de nos expressar e personalizar nossos espaços”, complementa Fernanda Figueiredo.

Decoração
04 set 2017

Móveis rústicos na decoração: aparadores em madeira

Decorar a casa é fazer um equilíbrio entre o funcional e o decorativo, não é mesmo? Não basta buscar uma composição estética e estilo que nos agradem, é fundamental que tudo tenha uma função e motivo para o uso no dia a dia. Para o post da vez, a ideia é apresentar inspirações com móveis rústicos na decoração e formas de usar aparadores em madeira. Sabe a sua função e onde aplicar na casa? Vamos explorar boas sugestões e onde achar!

Não importa o estilo, usar aparador para o cantinho do café é um sucesso! Acolhedor!

Móveis rústicos na decoração: aparadores em madeira

Quando esse formato de móvel surgiu, sua função inicial e primordial era clara: servir de apoio para a hora do almoço ou jantar. Ou seja, o aparador era posicionado na sala de jantar próximo à mesa principal como suporte para os pratos, utensílios e refeição servida. Uma maneira de deixar a mesa posta mais livre e o serviço de jantar organizado!

Diversas funções para aparadores: qual o melhor uso na sua casa?

Usos para aparador em madeira na casa

Hoje em dia, o aparador continua com essa função em casas que suportam mais móveis na sala de jantar, mas também ganhou novos usos. É comum ver aparadores em madeira no hall de entrada da casa, no quarto do casal, em uma sala de estar e até no banheiro. O móvel é curinga e permite usos diversos: pode ser decorado com vasos, porta-retratos, abajures, livros, arranjos, ser usado sob espelhos, quadros e fazer as vezes de uma penteadeira ou pia de banheiro.

Com cuba de sobrepor, usar aparador em madeira no banheiro é ótima forma de criar uma pia com estilo!

Outra forma atual de compor e super aconchegante é elaborar um cantinho para o café com máquina de café espresso, bandeja com xícaras e as cápsulas. Já viram que opções e usos não faltam, não é?

Inspire-se e dê personalidade a sua decoração

Para encontrar a melhor forma de decorar seus ambientes com aparadores que suportem sua necessidade, ficam algumas referências nas imagens ao longo do post! O estilo é você quem emprega e dá sua cara à decor, mas fica uma dica: está em alta misturar vintage, rústico e contemporâneo no mesmo ambiente. A ideia é criar um mix harmônico e com personalidade!

Sugestões de aparadores rústicos para comprar online.

Aparadores em madeira de demolição são peças sustentáveis por reaproveitarem madeira já utilizada anteriormente e vão bem tanto com outras peças rústicas como contrastado com objetos clássicos, retrô, minimalistas. Dê seu toque!

Onde encontrar móveis rústicos: Barrocarte Móveis Rústicos 

Imagens: revista Minha Casa, Pinterest, site Barrocarte