Sem categoria
04 jun 2018

Hygge: a tendência que preza pelo conforto e bem-estar

A consultora de tendência Silvia Scigliano, sócia da Crivorot&Scigliano fala sobre o conceito “hygge”, presente na moda e decoração prezando pelo conforto e um estilo de vida mais “clean”. O conceito chamado Hygge (que se pronuncia algo parecido com “huga”) é uma palavra dinamarquesa que significa aconchego, ou seja, o prazer de curtir momentos simples que prezam pelo conforto e bem estar, com pessoas que gostamos ou até mesmo sozinhos.

“Hygge, que se pronuncia hoogga, é semelhante a outros conceitos espalhados pelo mundo como o Gezelligheid da Holanda, Koseilig da Noruega, Hominess do Canadá e Gemütlichkeit da Alemanha.  Apesar da felicidade ser algo bastante subjetivo, o Hygge leva-nos não a procurar, mas sim a encontrar a beleza nas mais pequenas coisas da vida, fazendo delas grandes pela energia que transmitem.” – blog It’s Ok, post aqui.

Mais off e menos estresse

“Normalmente são programas caseiros, sem custo e desconectados de tecnologia. Essa tendência veio da Dinamarca, país conhecido pelos altos índices de felicidade do seu povo, que defende que praticar alguns minutos de Hygge por dia, ajuda a se sentirem mais felizes” explica Silvia Scigliano.

Movimento visa conforto

Esse movimento está presente em tecidos confortáveis como o moletom, fibras naturais como algodão e lã, e principalmente tricôs, sempre em cores neutras e claras. Para o conforto dos pés, a aposta são meias ou os saltos baixos e tênis. Velas, lareiras, almofadas, itens com pelo de carneiro e outros materiais com toque suave e confortável traduzem perfeitamente o conceito hygge na decoração de um ambiente aconchegante e confortável. Comer e beber coisas gostosas como chocolate quente, e estar próximo a natureza também fazem parte do ritual.

Há um livro conhecido sobre essa cultura da felicidade que anda fazendo sucesso, traz segredos desse estilo de vida dinamarquês. Já ouviu falar? Deixei aqui no link, para compra no Brasil. Mas se quer mesmo é se aprofundar sobre o que se trata esse conceito, tem muitas resenhas, uma delas nesse blog português, que explica bem essa procura por momentos acolhedores. Estou super curiosa para ler, vai muito ao encontro do que tenho buscado hoje em dia.

Indicação do livro pelo arquiteto e decorador Maurício Arruda

Continue Lendo >>

Na Prateleira
31 mar 2015

Livro arte: Places to go, people to see

katespade

A marca norte-americana (salve, salve) de moda e lifestyle Kate Spade New York lançou este mês o livro “Places to go, people to see”. A ideia foi reunir imagens e lugares e pessoas favoritos da “garota Kate Spade”. O resultado é uma reunião de cliques superinteressantes associadas a frases e citações, muita criatividade e um livro lindo para folhear, para decorar, para admirar.

frases

As imagens podem até retratar produtos da marca, mas o estilo e visual fogem completamente de um ensaio de moda casual.

Em foco

O glamour do Velho Mundo e lugares charmosos como Paris, Nova York, Marrakech, Costa Amalfitana e Tóquio são alguns dos destinos retratados no novo livro. “Viagens ao redor do mundo são constantes fontes de inspiração para mim. Kate Spade New York: Places to go, peolpe to see é uma compilação ilustrada de tesouros que serviram de fonte para nossas coleções ao longo dos anos.”, conta Deborah Lloyd, Presidente e CCO da Kate Spade New York.

katespade1

Nas fotos ao longo do post, você vê um pouquinho do conteúdo da publicação que já se encontra nas lojas da marca. Colaadorou. ;)

Na Prateleira
19 mar 2015

Ligue os pontos para adultos: The 1000 Dot-to-Dot book

livropontos

Depois do sucesso dos livros para colorir (veja aqui), parece que são os livros de ligar os pontos que tem tudo para virar mania! A brincadeira de criança vira passa a tempo para adulto no livro The 1000 Dot-to-Dot Book. São temas como ícones do cinema, obras de arte e lugares famosos que poderão ser desenhados simplesmente ligando os pontinhos. Não é o máximo?

A diversão já pode ser vista com a #1000dottodoticons nas redes sociais. Assim que vi uma Monalisa sendo desenhada e colorida ao circular pelo meu feed fiquei encantada! Que ideias geniais de livros estão surgindo, não? Fica a sugestão para quem busca mais uma opção interativa no papel. Para comprar, é mais fácil ir em busca em livrarias online internacionais. Com o título do livro, vai encontrar as diversas variações!

dot

#Colaadora está nova moda de livros divertidos também para os crescidos!

Na Prateleira
12 fev 2015

Just add color: coleção de livros para colorir

colorir

Alerta urgente para todas as mocinhas e moçonas que piraram no livro Meu Jardim Secreto: há uma série de livros chamada Just Add Color para que o vício de colorir com lápis de cor possa ser prolongado!

Vocês sabiam dessa? Descobri a existência do tema “Folk Art” para colorir por meio de uma amiga no Instagram e então, indo atrás do exemplar, descobri toda uma coleção com um valor superacessível na Amazon.

Just Add Color 

A coleção conta com diversas temáticas e cada livro apresenta 30 páginas com padronagens em branco para colocarmos cor. Aí na imagem acima, vocês veem circo, caveiras mexicanas, carnaval, padronagem com animais e arte folk. Não é simplesmente o máximo?

addcolor

Ao buscar na web para venda, fui direcionada à Amazon, onde tem uma porção deles com temas criados por vários artistas. Vejam aqui. Mas muito provavelmente é possível achar em outras livrarias!

Vamos em busca? Estou fissurada! #colapaixona

Na Prateleira
19 jan 2015

Todos de volta ao livro de colorir: Jardim Secreto

livrojardimsecreto

Lá na minha infância, livros de colorir tinham seu lugar sempre presente nas férias na praia. Existiam aqueles com temas livres com páginas inteiras para pintar com todo o cuidado e capricho e tinham também as imagens divertidas dos “Almanacões”, que eu tentava não perder um exemplar. Os livros eram sempre comprados com a minha rica mesadinha e junto com as minhas irmãs, era uma delícia preencher as folhas acompanhadas de um belo copo de nescau gelado.

Será que você conseguiu sentir o cheiro de lápis de cor com o de achocolatado e folhas de papel fresquinhas daí da sua casa? Minha memória que é bem sinestésica (mistura paladar, com olfato, com visão) pôde reproduzir como mágica os aromas em uma tarde bem calorenta de férias. O gostoso de reavivar essa lembrança é que a qualquer momento o prazer de colorir com dedicação e nada de pressa pode voltar à tona. O hábito voltou para os adultos junto com a publicação da editora Sextante, Jardim Secreto, um livro de colorir que traz desenhos lindos, em preto e branco e incompletos em suas páginas.

A resenha da editora Sextante:

“Bem-vindo ao meu mundo secreto!

Faça um passeio por estes lindos jardins e se aventure em uma caça ao tesouro tão fascinante que todos os seus problemas ficarão para trás. As ilustrações ricas em detalhes estão só esperando por você para ganhar vida. Divirta-se procurando as diversas criaturas escondidas nestas páginas. Complete os espaços em branco, escolha suas cores preferidas, faça seus próprios esboços e crie um universo deslumbrante onde não há lugar para o estresse.

Jardim secreto é um livro para todas as idades, que nos permite esquecer as adversidades do dia a dia através dos desenhos e que busca trazer à tona o artista que existe em cada um de nós.”

instagram

Foi por meio do Instagram que tomei conhecimento dessa lindeza e logo comecei a viajar na hashtag #jardimsecreto, passeando pelos momentos prazerosos e coloridos de pessoas que nunca vi na vida. Me deu uma vontade tão grande de adquirir um exemplar também!

jardimsecreto

Tenho uma caixa lindíssima de 36 cores aquareladas aqui no home sweet office e não vejo a hora de começar a compartilhar meus instantes #jardimsecreto pelo meu perfil do insta. Afinal, não é uma delícia ver quanta gente se entregou a alguns minutos (ou horas) deste relax entre cores e desenhos? A prática deve ser mais que incentivada! Adorei! Vale a pena compartilhar suas criações e passear pelas várias que têm sido publicadas!

Você já começou a colorir o seu? Também curtia colorir com lápis de cor?