Inspirações
16 abr 2018

Dez dicas para organização do tempo

Como mãe, dona de casa, autônoma, home officer e também viciada em estar atenta a redes e a tudo, tenho um desafio grande na vida: aprender a gerenciar meu tempo e fazê-lo ser útil e eficiente. Não é todos os dias que ganho a batalha, mas gosto de ler sobre o assunto e procurar soluções e dicas para manter o foco nas horas de trabalho e em como me tornar mais produtiva.

Recebi esse texto sobre gerenciamento de tempo e achei coerente e interessante. Se também passa por uma fase multitarefa (ou vive também assim!), fica o material e reflexões! Escrito por Marco Túlio, da Inemp, creditos ao fim do texto. Uma boa leitura para segunda-feira!

“Tempo, tempo, mano velho!” Como gerenciá-lo bem? Imagem e relógio daqui.

Dez dicas para organização do tempo

Um dos principais desafios é saber como gerenciar a nossa mente e, o primeiro passo para que isso aconteça, é entender que há uma diferença entre expectativa e meta.

Costumo dizer que uma meta é uma” expectativa com pernas”, ou seja, ela impulsiona e te leva para onde você quiser, porém, essa caminhada deve ter passos específicos. Só assim, atingimos o objetivo esperado.

Um dos primeiros pontos para gerenciar melhor seu tempo é definir metas e estabelecer uma linha do tempo, ou seja, estipular o que deve acontecer em cada mês até o final do ano.

Dica 1: Toda meta deve responder as seguintes perguntas:

É possível no período de tempo determinado?

É relevante para você?

É específica? ( O que e como fazer? )

É mensurável? ( Quanto)

Tem ação imediata? ( Qual o primeiro passo?).

Dica 2: O estado desejado desta meta deve ser algo grandioso. Imagine como se tivesse atingido esta meta. Quem estará com você? Quais imagens, sons e sensações você percebe neste exercício mental?

Dica 3: Aproveite cada momento do seu tempo. Se por exemplo, ocorrer um atraso na reunião com sua equipe, limpe sua caixa de e-mails ou coloque em dia alguma leitura que você precise fazer. Maximize a utilização do seu tempo.

Dica 4: Tudo na vida tem início, meio e fim. Existe algo na sua vida que você precisa” matar” antes que a vida determine o fim? Muitas pessoas perdem tempo com situações que não valem mais a pena. Fica a dica

Dica 5: Tentar fazer tudo e ser tudo vai te exaurir! Faça bloqueios de tempo para seu descanso. Muitas vezes, bloquear dez minutos do seu tempo pode te dar mais impulso e até ideias novas.

Dica 6: Existe alguma coisa que você está fazendo que outra pessoa poderia fazer para te liberar tempo? Delegue sempre que possível.

Dica 7: A preocupação é um desperdício de tempo. Viva o momento presente. Quando estiver cansado, feche os olhos. Quanto tiver fome, coma pão. A questão é: Com o que você se ocupa ao invés de preocupar-se?

Dica 8: Desista de reclamar das coisas e das pessoas. Gaste seu tempo produzindo coisas novas. Use lista de prioridades, organize sua mesa de trabalho e faça coisas pela sua ordem de importância.

Dica 9: Tome nota por escrito e responda as seguintes perguntas:

Qual o problema?

Quais são as causas do problema?

Quais são as possíveis soluções?

Qual a melhor solução?

Dica 10: Tenha uma conversa de cada vez. O trabalho, relacionamentos e vida são bem-sucedidos ou fracassam dependendo das nossas conversas.

Pense sempre no seguinte: “Como passamos nossos dias é como passamos as nossas vidas”.

*Texto de Marco Túlio, professor da Fundação Getúlio Vargas nas áreas de Empreendedorismo, Programação Neurolinguística, Gestão de pessoas, Liderança, Comunicação, Negociação e Estratégia de Empresas. Texto cedido pela Inemp.*

 

 

▼▼▼

Mais sobre o assunto para mães de bebê

>> Se é mãe recente, mãe que acaba de se tornar home officer, ou simplesmente anda buscando mais dicas para a tarefa que é trabalhar em casa e organizar a vida, pode gostar desse conteúdo aqui. Escrevi quando meu filho tinha menos de 3 meses e hoje tenho muito orgulho de reler e também de relembrar!

Decoração
26 mar 2018

Tendência do morar “nômade”: dicas de mobiliário

A tendência do morar “nômade” é cada vez mais forte, já que retrata a realidade do cenário atual. Mudamos de trabalho, de casa e, algumas vezes, de cidade e até país, várias vezes durante a vida adulta. Vivemos uma geração mais livre, solta e menos apegada, diferente dos nossos avós ou pais. O que contribui muito para esse novo jeito de enxergar moradas e espaços, é o nomadismo digital – conceito de vida home office com trabalhos remotos que nos permite trabalhar e viver em lugares diferentes, carregando nossa experiência para onde vamos, sem amarras. Basta ter conexão, conforto, e motivação!

Conforto em qualquer parte

Dai, surge a necessidade de o design acompanhar essa tendência comportamental. Concebido para atender as necessidades do estilo de vida contemporâneo, os móveis passaram a adotar alguns itens fundamentais, como o fácil transporte, a montagem e desmontagem acessíveis e a possibilidade de transição entre cômodos, viabilizando reconfigurar os interiores de maneira prática.

Acreditando que qualidade e proximidade são palavras-chaves para este momento, a Futon Company apostou no conceito “free style living”, com móveis versáteis e descontraídos, mas sem perder o toque refinado, provando que é possível produzir diferentes produtos nômades com qualidade, durabilidade e conforto. Confira:

1. Mandacaru: a planta nordestina inspirou a designer Baba Vacaro na criação da poltrona. Um jogo de seis almofadas unidas como pétalas num miolo central possibilita ser configurada em três posições diferentes, para diversas acomodações: sentado, reclinado e deitado. Além disso, é totalmente desmontável, já que cada pétala se prende no miolo por fecho de contato.

2. Zafu: inspirado no pufe usado na prática do “zazen” – a meditação sentada do yoga – é um produto rebaixado para sentar no chão. Dispõe de uma alça útil e discreta, que facilita a tarefa de carregá-lo de um lugar para outro.

3. Mil Folhas: um colchonete articulado em quatro “folhas” que se dobram e se empilham para formar um puff quadrado. Equipado com alça e amarrações que o mantém fechado, pode, também, ser utilizado para deitar.

4. Futon To Go: multiuso, pode ser levado a qualquer lugar. Protegido por uma capa de lonita colorida e couro ecológico, foi produzido para se guardar facilmente enrolado. Com um fecho de contato, a capa se transforma numa bolsa, com duas alças. Serve, também, de colchonete extra para hospedar criança ou adulto sem ocupar espaço enquanto armazenado.

5. Tripolina: releitura de um clássico internacional dos anos 70, a poltrona vintage pode ser utilizada em diversos ambientes. Além disso, é dobrável e entregue numa sacola de lona cru para facilitar o transporte.

6. ClicClac Uno: assento articulado para uma pessoa que pode ser utilizado diretamente no piso ou sobre o tapete. Equipado do sistema ClicClac, conta com três pontos de articulação, com cinco posições cada um, e mais uma posição totalmente aberta para deitar.

7. Futon Pufe: é um pufe rebaixado que vira futon e vice versa. De fácil manuseio, basta virar o pufe de ponta cabeça, abrir o zíper da capa e desdobrar o futon.

8. B.Y.O: abreviação de “build-your-own”, que significa “monte você mesmo”, é um produto inovador e de fácil montagem. Disponível nas versões solteiro e casal, a poltrona desdobra em chaise e cama com futon. Ideal para ambientes de metragens reduzidas pode ser utilizado tanto na sala, como no quarto.

9. Blok Basics: um sofá modular com design despojado e contemporâneo. Os assentos e encostos são escolhidos dentro das dimensões padrões e juntados para compor um sofá, conforme a necessidade. As possibilidades de conjuntos são inúmeras.

Curtiram a temática e dicas? Quem aí adora a vida home office ou até mesmo sem office e gostaria de ver o tema mais vezes por aqui?

Inspirações
06 nov 2017

Para viver mais leve: arrume

O tema parece ficar mais recorrente no blog quando o fim do ano se aproxima ou quando alguma grande mudança está para acontecer. Mas é assim com todo mundo certamente. Mudança de fase, de folha de calendário, nascimento de filho, novo trabalho, mudança de projeto, de casa, toda mudança exige arrumação. E parar para pensar na importância dessa arrumação é se permitir se livrar de um peso tão grande no dia a dia!

A gente por vezes não se dá conta, mas para viver mais leve, é preciso ter menos, guardar menos, acumular menos e por fim, gastar menos porque a gente sabe certinho, certinho tudo o que tem e onde cada coisa está,  então não gasta à toa. Não consome em vão. E nem tem vontade de acumular de novo!

Esse pensamento tem me guiado em arrumações que tenho feito em casa, no home office, no guarda-roupa, na cozinha e toda rotina parece fluir melhor com isso. Para ilustrar e animar sua arrumação de vida por aí, já que para o planner semanal já teve um impulso, vão painéis ao estilo pegboard e algumas ideias organizadoras por meio deles.

Pegboard colorido super inspirador para arrumação do ateliê, oficina, lavanderia ou home office – vi no Instagram do http://thecraftedlife.com/, já conhece o blog?

Um pegboard nada mais é que uma madeira compensada com furos para encaixar estantes e penduradores onde necessitar. Vale para criar painéis temáticos, permitir segmentação de objetos ou uma decor minimalista.

Com painéis estilo pegboard ou aramado, você evita ter gavetas cheias de coisas desnecessárias e visualiza tudo que precisa de forma estética e decorativa

Longe de ser uma possibilidade em minha mini cozinha, mas se é possível por aí, pense em usar murais como esse também para utensílios, instrumentos e até para tampas e panelas!

►►►Pode ser interessante rever:

Arrumação do espaço de trabalho, de criação e armário durante a gravidez

Mesh board ou aramado para organizar mesa de trabalho, fiz aqui e deu certo!

Trato na área de serviço: organização e novas aquisições para o dia a dia.

Inspire-se e torne a vida mais leve (e decorada) também!

Materiais
27 out 2017

Organização de tarefas com planner A.Craft

Não é de hoje que eu uso um planner no lugar de uma agenda para organizar meu dia a dia de trabalho… Como autônoma e dona do próprio nariz na hora de definir prioridades, tarefas, gerenciamento de tempo e outros afazeres fora do trabalho, essa ferramenta tem sido fundamental na minha rotina. E por quê um planner e não uma agenda? Além da atratividade e estética que me impulsionam a usar diariamente, a me manter organizada e fiel a suas páginas, te mostro a seguir algumas funcionalidades que me atraem bastante. Para completar, também mostro como é o planner da marca A. Craft que estou usando esse ano e já garanti a versão 2018. Vamos ver vantagens, como uso e detalhes a seguir?

Planner A.Craft com blocos de trimestre 2018, capa, caneta e queridos washitape para decorar

Capa reutilizável, blocos por trimestre e acessórios

Começar o ano com novidade é um empurrão para novos projetos e novo gás no trabalho! Dessa forma, é inevitável não querer caderno de anotações e agenda novos para anotar e gerenciar tarefas, certo? Sim e não com um planner como da A.Craft! Explico: com esse modelo que escolhi para me acompanhar durante 2017, posso facilmente trocar todo seu miolo e me encantar pelas novas cores e capas, incorporar novos acessórios como envelopes, réguas, cadernos…

Mas manter capa que estava perfeita e adoro, continuar com bloco do último trimestre do ano anterior para manter anotações de projetos e informações importantes e até mesmo manter em uso mesmo bloco de notas do mesmo formato dos blocos de trimestre. Essa é uma super vantagem para organização e motivação: saem períodos que chegaram ao fim, deixam de pesar na bolsa, mas ficam os dados importantes, aqueles lembretes e senhas importantes, número ou nome que até sabe onde anotou no bloco mais recente de meses e a funcionalidade que já faz sentido e já é conhecida no para o dia a dia.

Já deu para sentir aí a diferença com a agenda? Ao longo desse ano, por exemplo, por poder encaixar nos elástico os cadernos de meses, sempre deixei apenas de um ou dois trimestres para tornar o conjunto mais leve e ergonômico. Coisa que seria impossível em uma agenda comum.

Organização diária e metas da semana

Com tarefas de diferentes clientes, afazeres com cuidados da casa e bebê, além de anotações de eventos, viagem, reuniões, fica fácil se perder nos compromissos diários sem listas e anotações. Desde que me entendo como autônoma, não começo o dia sem uma organização de tarefas e muitas vezes numerando prioridades e também períodos para realização. Normalmente minhas tarefas vêm com números na frente e depois de realizada, tico e para passar para a seguinte.  Isso porque é bem comum tanto a vontade gigante de mesclar atividades e fazer tudo ao mesmo tempo sem muita ordem tanto a possibilidade de sobrar algo para o dia seguinte. Assim,  é sempre importante elencar quais são mais emergenciais e se lembrar que cada coisa deve ser feita na sua vez.

Dias da semana visíveis em duas páginas, bloco de metas e períodos

Com o planner, busco criar essa listagem diariamente e no início da  semana, por todos os dias estarem nas duas páginas, já dividir outras tarefas já sabidas dos dias seguintes. Só essa simples atitude já me ajuda a diminuir ansiedades e conseguir olhar de forma mais ampla para minhas pendências, entregas ou compromissos.

Um outro ponto que torna a semana mais eficaz é determinar nos espaços acima da página as metas gerais da semana. Nesses bullets eu acabo misturando coisas pessoais e de trabalho. É possível tanto ter “organizar armário”, como “pagar contas” como “entregar relatório”. Essas seriam macro tarefas que podem ser realizadas em mais dias da semana mas seria excelente cumprir até a sexta. E que alegria é fazer seu tique ao fim da semana, sucesso!

Itens úteis para uso diário do planner

Já que essa ferramenta de organização está longe de ser só uma agenda, já aproveito para enumerar alguns acessórios muito úteis além dos blocos de trimestres que está usando. Aqui vão:

  • Envelope plástico para guardar notas, cartões de visitas, papéis importantes como contas ou comprovantes
  • Divisória com porta-canetas e suporte para folhas
  • Régua para criar quadros, tópicos, fazer traços
  • Caneta que sempre precisa estar a postos
  • Gosto de ter clipes e fitas washi para prender recados ou notinhas importantes além de destacar assuntos ou dias

►►►

Fica meu depoimento sobre as vantagens do uso do planner e como fez diferença na organização da minha rotina! Esse modelo foi criado pela marca autoral e super pioneira desse modelo no Brasil A.Craft! Recomendo e admiro muito a criatividade e credibilidade desse negócio criativo. Espero que gostem do post e seja útil para quem procura uma nova forma de organização diária!

P.S.:Nem entrei no mérito por não ser a pessoa que faz decorações nem tem a letra mais linda, mas também vale complementar que manter suas folhas bonitas e atrativas como muitas adeptas amam pode ser mais um motivo de manter os dias bem organizados! Vai mais essa dica!

Inspirações
18 maio 2017

Parede de inspirações: não me canso de amar

Se tem uma coisa que me representa no universo da decoração, é uma parede cheia de lembranças, coisas que nos fazem sorrir, cores, recados, frases e pequenas alegrias para um dia a dia mais inspirado. Uma parede de inspirações muda a cada dia, com nosso humor, com nossa fase e práticas do momento. E isso é o mais legal: ela varia de gostos, cores e humores como a gente e pode influenciar nossa motivação só mesmo ao olhá-la!

Resolvi voltar ao tema ao achar essa imagem acima nas minhas andanças pelo Pinterest. Fica o convite para mergulhar em minha pasta Home Office I Trabalhar em casa cheia de imagens similares e motivadoras. Tenho usado mais essa rede social e estou super empolgada com tudo que tenho encontrado por lá! Já segue meu perfil?

Fica a dica e já trate de criar uma parede como essa em seu canto de criação, trabalho, ateliê, onde passar bons momentos do seu dia!

E se esse tema também te agrada e algumas coisas dessa foto te fizeram suspirar, vem nesses posts para caprichar no seu ambiente colorido:

A parede de inspirações também te animou?