Materiais
28 jun 2017

Marmorite virou tendência: conheça o material

Ao ver o pavimento marmorite você se transporta para sua infância brincando em áreas comuns do prédio da amiga, para fragmentos da lembrança do pátio da escola ou do hall de elevador do apê da avó? Então já pode atualizar as suas referências urgentemente!

O marmorite, esse material super tradicional na arquitetura brasileira nos anos 40, está de volta e tem marcado uma nova tendência com seus novos usos. Continue a leitura abaixo para se inteirar do material e como aplicar na decoração de interiores!

O que é o marmorite

Pra começar, o que é para nós, leigos e amantes da decor, esse material tão igual a gelatina de cubos no creme de leite? O marmorite nada mais é que uma composição de fragmentos de diferentes materiais, lixados e finalizados em uma superfície lisa. A mistura é composta por mármore, granito, vidro, quartzo e outros com uma liga de cimento, polimérico, ou com uma combinação de ambos. Depois de seca a massa, é polida para ficar com o aspecto que conhecemos.

A gelatina do piso da escola ficou mais clara agora? Então vamos às novas aplicações contemporâneas!

O marmorite hoje

Da pavimentação simples de áreas de condomínios, comércios e pátios, o marmorite ganhou status cool e estética atual. Agora, a combinação de materiais tem sido vista (e super aprovada!) em projetos de cozinhas atuais, em mobiliários, em peças de design, em pisos de espaços internos de casas e apartamentos, em revestimentos de ambientes.

O marmorite que sempre foi legal, mas era relacionado à aparência de granito mas com melhor custo benefício, galgou algumas posições e já pode desfilar entre materiais sofisticados.

Passeie pelas fotos para ver alguns usos super interessantes do material. E fique de olho a sua volta, é certo que vai notar o novo queridinho dos designers e arquitetos em ideias bem atraentes!

Vai dar novo crédito ao marmorite? Por aqui, já amo!

Materiais
31 mar 2016

Fio de sisal: material versátil e natural

sisal

Aqui vai mais um material que não pode faltar na sua lista dos curingas! O fio/corda de sisal cabe em qualquer criação e traz um frescor que até clareia as ideias. Vem cá dar uma olhada na versatilidade desse material!

sisal3 (1)

Cultivo e extração de sisal – foto Mineragrex

De onde vem o sisal?

O sisal na verdade é uma planta (da família das bromélias) que é cultivada em regiões semiáridas. É originaria do México, mas foi introduzida no Brasil em 1903, na Bahia. Outro principal produtor de sisal no país é o estado da Paraíba, mas é Santaluz, Queimadas, Valente, Retirolândia, São Domingos e Conceição do Coité (todas na Bahia), que são chamadas de Região sisaleira e está localizado o maior polo produtor e industrial do sisal do mundo!

Do sisal, utiliza-se principalmente a fibra das folhas que é destinada majoritariamente à indústria de cordas, cordéis, fios, tapetes, etc.

sisal1

Continue lendo o texto…