Na Prateleira
06 ago 2021

O livro do dia: a influência do grupo como incentivo à leitura

Nem só o rolar acelerado de dedo e as legendas curtas ou inexistentes fazem parte das ações do universo criado pelas redes sociais. Entre lançamentos de marcas, novas tendências de homewear e uma centena de reels com dicas de como emplacar nessa própria rede que você circula, um assunto começou a despontar e ganhar força lindamente: o livro da vez.

Com todos mais reclusos às suas casas ou viagens intimistas, a companhia do livro ressurgiu e se fez presente como objeto de desejo entre as @. Contrariamente ao que se via em rede, onde a legenda vai sendo substituída por áudios acelerados ou palavras-chave sobre vídeos que marcam o compasso, a recomendação de leituras profundas e discussões sobre autores surge como um respiro. E a aparição não veio em casos isolados: os clubes de livros pipocaram entre os mais diferentes nichos digitais, as assinaturas de livro se tornaram mais recorrentes e agora, as lives ainda passaram a ser palco para encontros entre leitores e trocas sobre impressões do livro escolhido do mês.

Tem forma mais incrível de se presenciar o poder do grupo para uma boa influência? Perfis com audiências massivas puderam adentrar a uma nova e antes não desbravada faceta para seus espectadores: o livro que estava na sua bolsa ou cabeceira naquele momento. Quais trechos o faziam refletir durante a manhã? Que capítulo o relembrava um episódio em sua vida? O que o autor traçava de relações com o momento atual? E as impressões que saíam do universo online e cruzavam as fronteiras (nada distantes, vejam!) em direção às palavras escritas no papel seriam capazes de provocar verdadeiras reverberações: comentários efusivos sobre a compra de um novo título, a recomendação de mais um, a troca de ideias sobre a mesma impressão, o complemento com um outro autor ou a comparação com o pensamento em uma série ou filme.

Você já chegou a se deliciar lendo esse bate-papo entre @ em alguma publicação sobre leitura? Recomendo.

Foi assim, que o #livrododia ganhou o digital. Perfis já destinados a resenhas e recomendações de leituras cresceram e ganharam espaço e outros muitos que nada tinham relação com esse segmento, passaram a tratar o assunto com a mesma frequência que o ritual de skincare ou uma nova tendência da decoração à moda. A leitura retomava um lugar no online e convidava a uma pausa, olha só, desse espaço frenético que passou a abordá-la. A pausa que incentiva o compartilhar e o compartilhar que incentiva a pausa. E dessa forma, um equilíbrio de trocas de argumentos e novas ideias podem ser alimentadas, com novas fontes e olhares para diferentes temas. 

E se o grupo tem a chance de estimular a leitura individual, essa nova energia é capaz de mostrar novos hábitos e valores, adentrar a assuntos diversos e ir permitindo que por meio dos livros da vez que surgem e se repetem e ganham # e destaques, importantes discussões venham à tona. E junto com suas páginas e pausas, mais tempo para a reflexão sobre os mesmos e conhecimento mais aprofundado por parte de quem topou o convite e passou a se interessar por essa mídia. Aquela que pode ter ficado deixada de lado por um tempo em que não esteve tão perto dos gadgets da vez. Que pasmem, podem, e agora, caminham lado a lado.

Vai lá:

  • @reesesbookclub: mais de dois milhões debatem mensalmente com a atriz Reese Whitherspoon os títulos escolhidos. 
  • @meucorpoviroupoesia: Bruna Viera do blog foi pro @, do @ foi para o livro e do livro criou um @ – de poesia multimídia.
  • #bookshelf: literalmente estante de livro, a # agrupa o que vai sendo publicado por aí e permite passear por diferentes leituras pelo mundo
  • Podcasts literários: a plataforma Estante Virtual faz uma seleção de podcasts que precisa conhecer dentro do cenário.
  • Bookster: Pedro Pacífico diariamente compartilha resenhas e sua paixão por literatura de forma incentivadora.
  • Books da Luli: dos conteúdos de moda para literatura, a influencer Luisa Accorsi mês a mês discute títulos e agrupa leituras em suas listas na Amazon.
Na Prateleira
30 out 2017

Novo livro com mensagens de empoderamento feminino

Editora social MOL e joalheria PANDORA lançam livro com mensagens de empoderamento feminino.

A editora social MOL e a joalheria dinamarquesa PANDORA uniram forças para lançar um projeto de empoderamento feminino. O livro Você é Incrível custa apenas R$ 7,50 e traz 30 cartões postais destacáveis com mensagens inspiradoras para mulheres, desenhadas por 12 ilustradoras. A venda do livro terá renda revertida para a ONG Rede Mulher Empreendedora (RME), parceira da ONU Mulheres que apoia brasileiras a fortalecer seus pequenos negócios e a conquistar independência financeira.

Renda do projeto será revertida para a ONG Rede Mulher Empreendedora

Os recursos arrecadados com a venda do livro Você é Incrível serão utilizados pela RME em um programa de aceleração de negócios de varejo para microempreendedoras. Cinco mulheres de todas as regiões do Brasil serão selecionadas por um júri profissional da RME para serem beneficiadas por um ano. O objetivo é valorizar o trabalho feminino, apoiando e encorajando mulheres a descobrir seus talentos, desenvolver suas ideias e transformar seus sonhos em realidade.

Todo conteúdo do livro Você é Incrível foi feito por mulheres, para mulheres, em uma produção que reuniu diretamente uma equipe de 21 profissionais e colaboradoras da Editora MOL, entre jornalistas, designers e ilustradoras. Os textos foram inspirados em questões universais enfrentadas pelas mulheres, com um olhar positivo e acolhedor. As artes, todas originais e exclusivas, contaram com o talento de artistas como a paulista Brunna Mancuso (@brunnamancuso) e a catarinense Giovana Medeiros (@giovanamedeiros). A Pandora, que não obtém nenhum lucro na venda do livro, contribuiu na seleção do conteúdo para o alinhamento com a comunicação da marca.

O livro Você é Incrível apoia ainda a iniciativa Empower Women, plataforma global da ONU Mulheres e do governo do Canadá de estímulo ao empoderamento econômico da mulher (www.empowerwomen.org). Todos os cartões trazem o selo do movimento.

Você é Incrível está à venda nas lojas* física e virtual da PANDORA (www.pandorajoias.com.br).

*Consulte lojas participantes e use a hashtag #voceeincrivel.

Na Prateleira
27 jan 2016

Livro de Colorir Color PXL da Faber-Castell

livro_colorir

Tem novidade das boas para os amantes dos livros de colorir! A marca Faber-Castell, depois de inovar com a plataforma Color PXL, que integra o universo digital ao analógico, lança o Livro de Colorir Color PXL Lugares Incríveis. Já viram como é?

Ao invés de desenhos comuns com contornos em linhas, as ilustrações base para pintar são feitas de pixels, a linguagem de computador. O resultado vai sendo percebido a cada quadrado pintado! Ao fim, a criação se torna um verdadeiro mosaico, com pastilhas coloridas, um mix de handmade e tecnologia.

livro_colorir_fabercastell

O que é a plataforma Color PXL

A plataforma digital disponibiliza diversos Pix Papers para serem coloridos, divididos em três graus de dificuldade: fácil, médio e avançado. Os Pix Papers são folhas de papel A4 quadriculadas, sendo que cada quadradinho está identificado com um número que representa a cor que compõe o desenho. Após a pintura, transformam-se em divertidos desenhos.

livro_colorir_fabercastell1

Novidade nas livrarias

A proposta é tranimage006sformar o pixel numa nova manifestação de formas e cores feitas à mão, com o livro é possível conhecer imagens de 29 lugares incríveis de várias partes do mundo. A mecânica é a mesma do site já lançado, onde a pessoa é surpreendida ao conhecer os desenhos após colorir os pixels ou, se preferir saber o que vai pintar, basta consultar o gabarito de roteiros. Disponível a partir desse mês em livrarias, o livro também acompanha um guia de cores. Ao comprar o pack com a caixa de EcoLápis 24 cores, o livro vem junto.

Se você aí do outro lado viciou na ideia de colorir desenhos e testar suas habilidades com lápis e canetinhas, é certo que vai curtir entrar nessa onda de pintar os quadradinhos! Fica a dica de lançamento e por aqui, a curiosidade de ver os resultados ao vivo e a cores. #colanaprateleira

Na Prateleira
26 set 2015

Livro de desenhos de ponto cruz: apaixonei!

IMG_20150905_192924178_HDR

Dia desses me encantei com esse livro acima na casa da minha avó, a Oma. Quem aí está lembrada dos muitos cafés com bolo e bordados e suas unhas coloridas que já mostrei aqui? A Oma é uma bordadeira “de mão cheia” e recentemente ganhou este livro da minha tia após uma viagem a Berlim. O livro de ponto cruz é da coleção Kompakt, editora Topp (se eu bem entendi) e reúne uma série de temas de desenhos para bordar.

Logo que abri fiquei admirada com a variedade e a contemporaneidade dos desenhos! Afinal, muitas vezes vemos bordados incríveis pela web e feitos por mocinhas criativas, mas nem sempre são os desenhos que encontramos em livros e revistas sobre a técnica. Neste, foram as páginas de técnicas artesanais e jardinagem foram amor a primeira vista! Minha vontade era pegar linha e agulha naquela hora e testar minhas habilidades com ponto cruz, que são pouquíssimas. Mas com esses desenhos e boa vontade acho que até seria possível dar cor e graça a peças incríveis, não?

IMG_20150905_192740507_HDR

Temas favoritos: páginas com hobbies

Com todo respeito à editora e livro, tirei essas fotinhos dos temas favoritos para vocês se inspirarem também! Quem aí tiver prática e fizer botões, suculentas ou cactos, me envia fotos? Adoraria ver o resultado! E lanço a minha promessa de tentar fazer também!

Foi em uma outra visita à Oma que também me arrisquei ao ponto cruz e até mostrei um clique de brinde da minha primeira aventura. Ó neste post!

IMG_20150905_192857554_HDR

IMG_20150905_192806131_HDR

E bordado combina com café com bolo!

E já que o livro remete ao trabalho de bordado lindo da minha Oma querida e tem tudo a ver com as recordações que muitas netas têm de suas avós… Vamos de mesa caprichada de café da tarde de casa de vó para fechar o post? É assim, com todo esse carinho e capricho, que a minha costuma me receber. Tenho muita sorte e orgulho e não me canso de fazer fotos toda vez que provo esse bolo e tomo café nestas louças. Sempre uma inspiração de como colocar a mesa com bom gosto e detalhes.

IMG_20150905_175434991

IMG_20150905_175420973

Vamos de café com bolo e chantili e um pouco de ponto cruz? Ah, e na mesa, claro que uma toalha bordada sempre está a postos! Fica a dica de livro, que por mais que seja em alemão, é ilustrado e útil para bordadeiras de todas as nacionalidades. É ou não apaixonante ?

Neste site há pistas dos outros livros desta coleção que traz um monte de técnicas.

Na Prateleira
10 set 2015

Agosto foi o mês das revistas!

mockup_colacorelinha

Se agosto sempre parece um mês lento e com mais dias do que o comum, algo me diz que setembro começou acelerado. Estou para contar duas novidades lindonas para mim e para o Colacorelinha, e quando vi, dia 10 já havia chegado. Mas, notícia que foi comemorada com pulos e sorriso não pode deixar de ser registrada. O blog que crio nas horas vagas e com tanto carinho, meu conteúdo criativo e a decoração do meu lar doce lar se estenderam para novas páginas.

Ó a Ma Stump, Cola e #homesweethome fazendo bonito em revistas!

Continue Lendo >>

Na Prateleira
20 ago 2015

Gerou interesse: livro Craft and the Creative Economy

livro

Nesta onda de surgimento de novas possibilidades de trabalhos e valorização cada vez maior do único e feito à mão, o livro da Susan Luckman me chamou atenção. Por ora, apenas uma epifania da madruga ao buscar assuntos similares, mas suas resenhas na web fazem o olho brilhar.

Bora anotar a dica de leitura?

Para quem também se interessa em pensar (matutar, estudar, conversar) sobre a importância do mercado artesanal, seu crescimento, agentes e também sua relação com uma nova forma de pensar o consumo e as nossas relações me pareceu prato cheio.

A autora, que é professora de Estudos Culturais na Austrália, aponta os montantes que são gerados em e-commerces especializados em produção manual, o protagonismo das mulheres entre eles e como tudo isso gera possibilidades de trabalhos autônomos e de casa. Bacana, não? Fica o título e autora e a minha também vontade de adquirir e contar mais sobre. Tem disponível no formato e-book. #ficaadica

Vai para a prateleira: Craft and the Creative Economy, de Susan Luckman, editora Palgrave Macmillan