Dicas
01 jul 2021

Motivos para assistir Cruella

POR QUÊ VOCÊ DEVE ASSISTIR CRUELLA? Que a Walt Disney tem apostado em live-action de seus maiores filmes clássicos, não é novidade nenhuma, né?! E com “Cruella” sendo o mais recente lançamento deste grande projeto do estúdio, vem ver os motivos pelos quais você deve assistir!

Elenco e abordagem do enredo são pontos altos!

Emma Stone, está em um dos seus melhores papéis na minha opinião! O filme traz uma outra perspectiva sobre o passado da vilã, Cruella Devil. Emma entrega uma vilã geniosa de um jeito inovador e divertido.

O lugar é Londres, dos anos 70, onde a moda e a música andavam lado a lado. Um contexto de rebeldia do movimento punk rock, a trilha sonora te transporta para esse cenário da época. É imperdível!

Figurino imperdível

Se o filme trata sobre moda, o mínimo que esperamos são figurinos e visuais incríveis, não é mesmo? Pois é exatamente isso que temos! É IMPECÁVEL! A moda e estética são elementos fundamentais do filme, uma vez que Cruella quer ser estilista desde pequena. Cada roupa ou estilo presente no projeto é de cair o queixo, sem contar a criatividade explorada em vários momentos, até mesmo com reaproveitamento. Trazendo assim, duas vertentes para a história: a moda tradicional da alta costura e a rebeldia do movimento pop rock.

Os figurinos, as cores e os cenários são muito bem trabalhados, mostrando um cuidado gigantesco para a ressignificação de tudo o que está visível. Há muitas influências da contemporaneidade e também de artistas, movimentos e estilistas famosos. O live-action de Cruella não tem muita relação com a clássica animação, assim como os anteriores, mas oferece uma nova visão sobre a história. Você acompanha bem de pertinho e detalhadamente a transformação de Estella para Cruella e entende todas as motivações para isso!

Não dá pra perder! Pronta pra colocar na sua lista? Vale a pena assistir! Disponível nos cinemas e no premier access da Disney+.

Dicas
25 jun 2021

Moda e cenografia: série O Gambito da Rainha

Quando se ouve falar de uma série sobre xadrez, é compreensível que não chame tanta atenção. Confesso, que eu fui muito resistente em não assistir, mas de tanto me recomendarem, valeu a pena a insistência! Além de uma trama envolvente e emocionante, a série O Gambito da Rainha traz figurinos incríveis que vão se adaptando ao longo das décadas e uma ambientação muito bem elaborada. Outro ponto que instiga e já vale a maratona, é por mostrar uma mulher nos anos 50 e 60 jogando xadrez em meio a torneio apenas de homens.


O nome o Gambito da Rainha é uma manobra do xadrez profissional, pois é, eu também não sabia… Mas até o jogo se torna interessante ao decorrer da trama. O mundo inteiro foi atrás de um tabuleiro para chamar de seu por conta do sucesso da série!

Fotografia e figurino


É uma série incrível, com uma fotografia impecável e uma ambientação de dar inveja. Uma das coisas que chamam atenção é a evolução do figurino da protagonista.


O início da série se passa em um orfanato, os looks bem formais e católicos, escolhidos pela governanta do local. Ao longo dos capítulos pode-se perceber a evolução e como a personagem lida com o quesito da moda. Ela passa por imersões de looks dos anos 50 até os anos 70, quando a calça já começa a ficar mais “normal” para o dia a dia das mulheres.


Os looks de Beth, a protagonista, são a prova de que a moda realmente muda rápido demais e que cada época tem seu estilo marcado e que traduz o comportamento da sociedade na fase.


Vamos falar de ambientação e decoração da série?

Cada episódio da série tem uma cor predominante de acordo com a situação em que a protagonista está vivendo. É tudo de tirar o fôlego, papéis de paredes super vintage e mega estampados, com padronagens típicas das décadas de 50 e 60.


No início as cores azul e amarelo tomam conta da decoração, remetendo aos anos 50, assim como cortinas, tapetes e formas geométricas que faziam parte da primeira decoração quando Beth chega na casa de seus pais adotivos. E então, no momento que Beth perde a mãe adotiva, o cenário já vira outro. Ela resolve fazer pequenas mudanças na casa, mudando o visual da série e trazendo cores como laranja e rosa para a decoração da casa.


O enredo é envolvente e a série traz figurinos, decoração e ambientação incríveis que tornam a experiência do espectador ainda melhor.
Me surpreendi e não sai da frente da telinha até acabar, confesso!

Já tem programa para o fim de semana?


Disponível na plataforma da Netflix.

Inspirações
23 jun 2021

Cenário da série The Bold Type: casas para inspirar!

Se tem o olho sempre aberto para ambientes com decoração aconchegante e inspiradora como eu, dificilmente vai assistir à série The Bold Type sem notar as casas das protagonistas.

Com iluminação indireta cozy, objetos criativos, muitas almofadas e bons sofás e camas pra nos jogarmos com um copo de vinho, são cenários perfeitos para acolher de conversas entre amigas a momentos com o date. Por serem em NY, a atmosfera se torna ainda mais motivadora!

Espie na galeria as casas de Kat, Jane e Sutton do The Bold Type e me contem se não são mesmo espaços desejáveis! Já adotei novos detalhes por aqui .

Vai lá e se joga nas 4 temporadas disponíveis no Netflix e vai se surpreender com temáticas, atitudes e personalidades que estão longe dos estereótipos e antigos padrões em redações de moda. O comportamento, profissionais e lideranças estimulam e levantam importantes movimentos!

Inspirações
02 jul 2015

De tão pop, virou cor: Pantone Minion amarelo

minionpantone

É isso mesmo o que você leu e está vendo na imagem: o personagem que cativou adultos e crianças e virou febre a ponto de ter novo filme próprio, ganhar as festas infantis, fazer grandinhos colecionarem seus bonecos e enfeitiçar marcas agora tem mais essa: a cor dos Minions agora é cor oficial na cartela Pantone.

Ficou espantada(o)? Então te conto mais com o texto adaptado do anúncio oficial do Instituto:

A cor e seu significado

De acordo com os estúdios criadores dos personagens e o grupo de pesquisa da gigante das cores, o tom de amarelo é iluminador, simpático, divertido, enérgico, amigável e capaz de nos atrair imediatamente.

“Assim como os raios do sol nos animam, PANTONE Minion amarelo é uma cor que aumenta a consciência e cria clareza, iluminando o caminho para a inteligência, originalidade e a desenvoltura de uma mente aberta – esta é a cor da esperança, alegria e otimismo” disse Leatrice Eiseman, diretora executiva, Pantone Color Institute.

Pesquisas e a brilhante ideia

A parceria nasceu quando Pharrell Williams, que ajudou a criar a música para a franquia Despicable Me, surgiu com a ideia, enquanto a Pantone Color Institute, o braço da empresa de pesquisa que traça as tendências de cores globais e estudos de como a cor influencia o processo do pensamento humano, emoções e reações físicas, observou o desejo do consumidor para adicionar a cor mais energizante em suas vidas. A Pantone trabalhou em estreita colaboração com a equipe de animação Illumination Entertainment para avaliar a gama de cores existentes e para identificar a representação mais pura da cor amarela icônica os Minions. A resultante PANTONE Minion amarelo é uma cor personalizada projetado para representar os personagens doces e subversivas. Uma matiz extrovertida, que projeta o lúdico, o calor e sugere curiosidade intelectual e iluminação.

Depoimentos que mostram o quanto cor tem vida!

“A cor é contextual e hoje em dia há um desejo de cores que são mais vibrante. Isto é especialmente o caso com os amarelos, por isso, dada a popularidade mundial dos Minions, parecia apenas natural nomear a cor com um personagem pela primeira vez em nossa história “, disse Laurie Pressman, Vice-Presidente, Pantone Color Institute. “Ao desenvolver a cor, trabalhamos diretamente com a equipe de animação em iluminação, nós cuidadosamente consideramos aura dos personagens para garantir ao PANTONE Minion amarelo é o tom certo exato.”

minion pantone

“A Pantone há muito tempo estabeleceu sua reputação como a autoridade de cor global”, disse Jamie Stevens, Vice-Presidente Executivo, Desenvolvimento Global de Varejo, Universal Partnerships & Licensing. “Estamos muito contentes que seus especialistas em cores viu a demanda do mercado para o amarelo e olhou para os Minions, como ícones da cultura pop global, para adicionar em seu espectro de amarelo.”

O novo padrão PANTONE Minion Amarelo será adicionado ao PANTONE Moda, na paleta de cores Home + Interiores na próxima adição de cores.

Inspirador

Não é o máximo saber de toda essa pesquisa de comportamento até mesmo de um personagem e sua relação com a sociedade ao ser definida uma nova cor na tabela? Cola e Ma Stump vibram com este tema. Deu vontade de correr para o cinema e conferir cada traço da personalidade atribuída também à cor, nos personagens.

Aqui, mostro um board que encontrei com inspirações de objetos, materiais e looks com a cor.

Inspirações
30 jan 2015

What if: filme com animações, cenário e figurino que devem agradar!

filme

Quando não estou escrevendo post, não estou de olho nas suculentas, não estou vasculhando coisas criativas pela web, é mais do que provável que eu esteja à frente da tevê procurando por novos filmes e séries no Netflix. Esse meu vício é até recente, mas tem sido bem presente no meu dia a dia e até mesmo fonte de inspiração. Alguém aí também encontra-se nesta fase? Imagino que a febre Netflix contagie geral!

Sobre as séries, minhas favoritas não são lá grandes fontes de imagens fofas e agradáveis, digamos que House of Cards e Breaking Bad (ai minhas noites em claro!) não inspirem cenários para o lar doce lar ou looks que combinem com o Cola way of life. Porém, nessa semana descobri um filme que preenche esses requisitos e merece atenção: What if é o título original e algo como Será? o nome em português.

A trama não é inovadora, trata-se de uma amizade que nasce em uma festa de amigos em comum e depois de boas afinidades se torna algo mais. Coisa de comédias românticas que, por mais que sejam clichês, sempre me fisgam. (tá no meu time?) Mas além dos personagens cativantes e bem interpretados pelo ótimos atores, o filme surpreende logo no início com ilustrações e uma animação incrível. Não achei nada na web para mostrar para vocês, mas a mistura surge por conta do trabalho da protagonista, uma animadora em estúdio, e em diversas cenas e na vinheta final, me encantei com os desenhos à mão e delicados. Só por esse detalhe, já vale a dica para o fim de semana! Mas tem mais…

what-if

Para variar fiquei atenta ao figurino, locações e cenário e uma porção de detalhes se mostraram inspiradores. Vejam só se não é uma boa seleção: a Chanty se encontra com amigas para papear em um armarinho fazendo crochê, a casa é para lá de aconchegante, os looks tem um ar retrô e romântico e as festas que aproximaram o casal mostram como luzinhas e decor criativa fazem a diferença no ambiente.

Ficou curiosa? Se ainda não assistiu, se eu fosse você colocaria nos planos para o fim de semana. Assistir a um bom filme é um prato cheio para se encher de inspirações! Para mim, parece que levanto do sofá com carga nova para criar e inventar novidades, para casa ou para o dia a dia.