Sem categoria
21 set 2021

CASACOR SP 2021: passseie por ambientes

CASACOR SP 2021: Confira os principais destaques

A maior mostra de arquitetura e decoração das Américas, que acontecerá pela primeira vez, no Parque Mirante, anexo do Allianz Parque, em São Paulo, recebe ambientes assinados pelos principais profissionais do Brasil. Com a temática “A Casa Original”, a mostra promove momentos de reflexões, por meio do desejo de retorno às origens, a buscar na ancestralidade e no necessário equilíbrio entre passado e futuro. Ideias inspiradoras podem ser conferidas pelos visitantes de 21 de setembro a 15 de novembro.

Confira abaixo uma seleção de ambientes para sentir o clima da edição desse ano!

Estúdio Terra por Beatriz Quinelato (foto 1)

Em um ambiente de 44m² com tons terrosos e decoração monocromática, a arquiteta Beatriz Quinelato traz o Estúdio Terra, proporcionando aos visitantes momentos de relaxamento, conexão e reflexão. Por meio da sua inspiração nas premissas do “avesso perfeito”, técnica do bordado onde ambos os lados são mostrados, com seus pontos perfeitos e delicados, a arquiteta retrata a busca pelo ressignificado do essencial, resgatando a sensação de “pé no chão” e a oportunidade de voltar as raízes em um loft que transmite uma essência elegante e ao mesmo tempo rústica, dividido em living, quarto, cozinha e banheiro. 

Riserva Todeschini per Debora Aguiar (foto 2)

Debora Aguiar foi convidada novamente pela Todeschini para assinar o seu ambiente na CASACOR SP 2021 e, seguindo o tema desta edição, a profissional criou uma residência completa de 250m², que traz o lar como refúgio, um grande casulo onde se encontra tudo o que é preciso para viver bem. Nomeado “Riserva Todeschini”, o ambiente tem como conceito ser um ninho de aconchego e conforto, composto por uma área social generosa com living, sala de jantar, espaço gourmet integrado e uma ampla suíte máster, com o quarto do casal, o closet e a sala de banho. Além disso, jardins internos nas janelas e externos complementam os espaços. A arquiteta apostou em uma paleta de tons sóbrios para guiar todo o projeto, trazendo uma leve inspiração asiática, com muita sofisticação. A casa foi elaborada em estruturas metálicas e madeira – no forro, nas paredes e no mobiliário planejado de alto padrão da Todeschini. 

Espaço Kairós de Erica Salguero (foto 3)

Fazendo referência à mitologia grega e inspirada na nova rotina pós-pandemia, Érica escolheu Kairós – o deus do tempo, que não é baseado em horas, meses e anos e, sim, em momentos – como inspiração para a realização do seu ambiente nesta edição. Dividido em quatro ambientes, os visitantes poderão conferir um espaço equilibrado entre dormitório, sala de banho e home office, além de um espaço externo onde foi projetado um jardim de cactos com vasos Organne.  Procurando transmitir uma essência elegante e ao mesmo tempo tranquila, o espaço tem a madeira natural e a palha como elementos importantes na construção dessa atmosfera acolhedora.

Casa Olaria NJ+ por Nildo José (foto 4)

Nildo José apresenta o projeto de uma residência completa, com 210 m², inspirada pela frase minha casa, meu refúgio, destacando a herança das antigas olarias do país e a importância do trabalho artesanal na arquitetura brasileira. O ambiente nomeado Casa Olaria NJ+, tem como premissa a importância dos momentos de introspecção e reclusão, por isso, o quarto é separado dos demais cômodos através de um convidativo volume cilíndrico presente no centro do living. O espaço investe em formas geométricas e orgânicas, que remetem aos trabalhos artesanais dos ceramistas brasileiros, e é caracterizado por uma estética comfy e minimalista.

Estúdio Liberdade por Pedro Luiz De Marqui (foto 5)

Em sua estreia na mostra, o arquiteto Pedro Luiz Del Marqui assina o Estúdio Liberdade, trazendo sua personalidade marcante em um espaço de 60 m², dividido em living e uma suíte máster.  O estilo contemporâneo e futuristas marcam o ambiente, e com muita liberdade criativa, mostra sua identidade excêntrica e vibrante. O uso de diferentes materiais como mármore, cimento, metais e barro, representam nosso passado e presente em equilíbrio, como uma caverna contemporânea. 

Casa Tempo de Ticiane Lima (foto 6)

Em uma residência suspensa em um espelho d’agua, a arquiteta Ticiane Lima assina a Casa Tempo, em sua terceira participação na CASACOR SP 2021. Inspirada por uma arquitetura minimalista, o espaço de 40m² em parceria com a Criare propõe a praticidade através da integração dos ambientes. Com living, cozinha, quarto, home office e banheiro, a casa tem sua base estrutural em serralheria e conta com referências em materiais naturais e revestimentos atemporais. Além disso, o espaço proporciona aos visitantes uma vista privilegiada para o jardim e rasgos na arquitetura, criando um observatório para olhar o céu. O resultado é um espaço com personalidade, que se contrapõe ao ritmo acelerado da cidade e da correria contra o tempo, reforçando a sensação de proximidade com a natureza.

Aconchegos Portinari de Très Arquitetura (foto 7)

Pela quinta vez na mostra, as arquitetas Fernanda Morais, Fernanda Tegacini e Nathalia Mouco, da Très Arquitetura, assinam este ano o projeto em parceria com a Portinari. Com uma curadoria assertiva e focada na valorização do tempo e resgate das memórias afetivas, o visitante irá conseguir se transportar para uma atmosfera de acolhimento, escuta e carinho.  O projeto de 200 m² traz ambientes neutros e fluidos, tendo como conceito principal o aconchego. Com a premissa de ressignificar o morar, proporcionado alma e leveza, aliados ao olhar Portinari que transcende arte e poesia, a generosa casa une conforto e versatilidade e se divide entre living, cozinha, sala de jantar, suíte máster com home office e área de banho.

Casa Alva por BC Arquitetos (foto 8)

Reconhecidos por seus projetos autênticos que seguem traços limpos e atemporais, onde obras de arte e peças de design ganham destaque na decoração, o escritório BC Arquitetos, que é comandado por Bruno Carvalho e Camila Avelar, participa da CASACOR SP 2021, com o projeto Casa Alva – uma espécie de caixa monocromática repleta de recortes e curvas. Com 180m2, a casa é fluída, clara e prima pela conexão com a natureza através da presença de elementos como água, vento, fogo e luz. O ponto alto do projeto fica por conta do SPA íntimo, composto por sala de banho, espaço para massagem e piscina com tratamento termal.

Casa LG ThinQ, criada pelo Estúdio Guto Requena + Pax.Arq. Projeto disruptivo e open source, disponibilizado na wikihouse, uma plataforma global de colaboração. – um dos mais comentados!

Também sentiu um mood calmo, leve e com menos informações na maioria dos ambientes? Seria o excesso de conexão a vontade de fazer do lar um ambiente com mais neutralidade e sosego para o olhar?

Para quem quer ver ao vivo:

CASACOR São Paulo 2021
Data: 
21 de setembro a 15 de novembro de 2021
Local: Parque Mirante (anexo Arena Allianz Parque) 
Rua Padre Antônio Tomás, 72 Mais Informações: www.casacor.com
Facebook: www.facebook.com/casacoroficial
Instagram: @casacor_oficial

Sem categoria
04 jun 2018

Hygge: a tendência que preza pelo conforto e bem-estar

A consultora de tendência Silvia Scigliano, sócia da Crivorot&Scigliano fala sobre o conceito “hygge”, presente na moda e decoração prezando pelo conforto e um estilo de vida mais “clean”. O conceito chamado Hygge (que se pronuncia algo parecido com “huga”) é uma palavra dinamarquesa que significa aconchego, ou seja, o prazer de curtir momentos simples que prezam pelo conforto e bem estar, com pessoas que gostamos ou até mesmo sozinhos.

“Hygge, que se pronuncia hoogga, é semelhante a outros conceitos espalhados pelo mundo como o Gezelligheid da Holanda, Koseilig da Noruega, Hominess do Canadá e Gemütlichkeit da Alemanha.  Apesar da felicidade ser algo bastante subjetivo, o Hygge leva-nos não a procurar, mas sim a encontrar a beleza nas mais pequenas coisas da vida, fazendo delas grandes pela energia que transmitem.” – blog It’s Ok, post aqui.

Mais off e menos estresse

“Normalmente são programas caseiros, sem custo e desconectados de tecnologia. Essa tendência veio da Dinamarca, país conhecido pelos altos índices de felicidade do seu povo, que defende que praticar alguns minutos de Hygge por dia, ajuda a se sentirem mais felizes” explica Silvia Scigliano.

Movimento visa conforto

Esse movimento está presente em tecidos confortáveis como o moletom, fibras naturais como algodão e lã, e principalmente tricôs, sempre em cores neutras e claras. Para o conforto dos pés, a aposta são meias ou os saltos baixos e tênis. Velas, lareiras, almofadas, itens com pelo de carneiro e outros materiais com toque suave e confortável traduzem perfeitamente o conceito hygge na decoração de um ambiente aconchegante e confortável. Comer e beber coisas gostosas como chocolate quente, e estar próximo a natureza também fazem parte do ritual.

Há um livro conhecido sobre essa cultura da felicidade que anda fazendo sucesso, traz segredos desse estilo de vida dinamarquês. Já ouviu falar? Deixei aqui no link, para compra no Brasil. Mas se quer mesmo é se aprofundar sobre o que se trata esse conceito, tem muitas resenhas, uma delas nesse blog português, que explica bem essa procura por momentos acolhedores. Estou super curiosa para ler, vai muito ao encontro do que tenho buscado hoje em dia.

Indicação do livro pelo arquiteto e decorador Maurício Arruda

Continue Lendo >>

Decoração
25 abr 2018

Tendência de decoração Wabi-Sabi: você conhece?

Tendência na decoração: Wabi-Sabi

Uma das principais ideias da decoração atual é procurar o Wabi-Sabi – uma antiga filosofia japonesa (zen-budismo) que busca encontrar beleza na impermanência e na imperfeição. Wabi-sabi é a arte de valorizar a simplicidade, o entorno organizado e com a modéstia. A autenticidade é fundamental para a filosofia wabi-sabi: a presença de rachaduras e arranhões nas coisas é considerada um simbolismo da passagem do tempo. Outra faceta do wabi-sabi é a ideia da beleza “óbvia” verso a beleza “única”. Wabi-sabi: a busca por encontrar beleza na imperfeição. Porcelana pura com veia em prata da Stone Bone Wood Cloth.

Crédito: homely-au

Minimalismo orgânico

Em casa, isso significa enfatizar o uso de materiais artesanais e orgânicos, formas naturais, peças feitas com falhas, imperfeições inatas que abracem a autenticidade, mesmo que isso signifique estar um pouco fora de linha.

A decoração wabi-sabi inspira o minimalismo e se concentra mais nas pessoas que vivem no espaço do que em qualquer outra coisa. Posses e outros itens são reduzidos ao essencial com base na utilidade, beleza ou nostalgia (ou todos os três). A paleta de cores tende mais para os brancos, cinzas, verdes e tons de terra, graças ao uso dos materiais naturais.

Imagem: Hally’s London

Produtos com história

Os produtos e a estética que se encaixam nesta categoria realmente se tornam mais atraentes e interessantes à medida que são “gastos” pelo tempo; assim, eles revelam novas camadas de cor e texturas, efeitos e oxidações. O Wabi-Sabi fala sobre encontrar a beleza no ‘não tão perfeito’. Pense então em mesas ou tábuas de corte com marcas de queimadura, cerâmicas artesanais que não tenham ficado 100% lisas.

Neste ambiente, podemos ver várias inspirações da decor wabi-sabi como uso do tapete e cesto de sisal, os lençóis em camadas, tons terrosos e a mistura de materiais como a madeira, cobre, cimento.

Mantenha a decoração real, seja autêntico e está tudo certo se não der para arrumar a cama todos os dias! E aí, anima abraçar o conceito japonês?

Fonte: Follow the Colours especialmente para o blog da Todeschini – vai lá ver a matéria na íntegra!

Dicas
23 fev 2018

Lhamas: a moda da vez para decor, festa e papelaria

Se você é amante dos cactos, certamente já tem uma queda por esse animal simpático que vem de mãos dadas com ele já em muitas estampas… E agora, ela ganha a cena como protagonista! É a vez da lhama! Está observando essa tendência? Vamos explorar suas possibilidades carismáticas nesse post? Já mencionei a moda nas feiras de decor e design em SP e agora a ideia é mostrar onde aplicar!

Lhama para que te quero! Vem pra décor!

Se unicórnio e flamingo invadiram as casas em papéis de parede, almofadas, quarto infantil e uma porção de enfeites da cozinha ao quarto de casal, a lhama tem tudo para ocupar esse espaço. Com pegada étnica, ela pode vir tanto de forma mais madura e gráfica, como com ilustrações lúdicas e coloridas. O ícone já está sendo visto em estampas variadas e tudo indica que vai se espalhar! Lhama funciona bem no universo adulto e infantil, basta usar os materiais e traços que combinam com o ambiente.

Lhama como tema de festa

Para festas infantis e também comemorações de adulto temáticas, associar lhama a comidinhas peruanas e nosso amigo cactus, dá uma ótima decoração! Há diferentes ideias já no Pinterest e a lhama vai além da pinhata, viu? Pense em usar na papelaria, bandeirolas, em estampas, docinhos, de tecido.  O bichinho faz par perfeito com franjas e pompom. Fofo demais e cool!

Já está nas lojas!

E tem muita marca com radar ligado e já cheia de opções de produtos com lhamas por aí. Uma delas e com peças adoráveis com o tema é a Veio na Mala. A loja online criativa tem de estojo a porcelana e os produtos mostram bem a tendência da vez: divertida e inusitada! Espie aqui.

Para ver de onde são as imagens do post e outras ideias com a temática, tem pasta no Pinterest no meu perfil. Segue lá e inspire-se! Que venham muitas lhamas para todos os lados! Fiquem de olho que a moda vai pegar!

Decoração
21 fev 2018

Lançamentos e tendências das feiras AbCasa, Abup e Paralela Design

Para esse ano, minha cobertura foi online, sem pernadas presenciais e coleta de folders e catálogos de lançamentos. Mas nem por isso meu radar não ficou super ligado no que anda acontecendo nas feiras de design, utensílios domésticos e decoração que tomam conta de São Paulo essa semana. Se você tem alguma relação com o segmento de decoração, seja como imprensa e conteúdo (oi, colega!), seja como lojista e artesão, é certo que também está com olho aberto!

Vou incluir aqui alguns dos meus achados e percepções gerais das feiras Abup, AbCasa Fair e Paralela Design. Cada uma tem seu foco e estilo, mas há algumas tendências que conseguimos ver como dominantes! Bora?

Lançamentos e tendências das feiras AbCasa, Abup e Paralela Design

Muita pretensão dizer que meu faro detecta de forma certeira tendências de cores, ícones, decor que vêm por aí… Mas navegando por coberturas, comentários de outros produtores de conteúdo do meio, marcas que lançam moda e vendo repetições nos lançamentos, dá para sentir algumas coisas em comum que estão surgindo. Por aqui, meu intuito é dar uma pincelada e inspirar!

Para começar, no mundo das cores, a paleta está leve, serena e parece transmitir calma e frescor. Entre produtos de decor, presentes e utilitários, tem uma paleta fresh super presente: um verde sálvia, o rosa blush, o violeta (inspirado na cor do ano da Pantone), metalizados e o p&b. Se também curte ficar com o radar ligado, repare nesses tons! Os produtos que ilustram as cores tendência são da @oxfordporcelanas@invictaonline@cozadesign e @cosi_home

Sobre ícones, materiais e padronagens, há repetições também interessantes entre os lançamentos que nos mostram um gostinho do que vem por aí, já que são essas coleções que vão alimentar os lançamentos das lojas por todo país. Entre ícones, tem duas apostas certeiras: cactus, cactus e mais cactus e uma lhama surgindo no pedaço. Ainda vemos flamingos e unicórios (pode tirar férias, viu?) mas esse animal simpático está vindo com força. Já os cactus, estão na área desde outros carnavais e há muito, mas muito produto abusando de seu carisma. Dominam desde papelaria a almofadas e roupa de cama!

Produtos do mosaico: Loja Fricote, lnvicta, Lola Muller e Mercatto Casa

Na decoração, a madeira clara tipo pinus segue em alta tanto em revestimentos, como em quadrinhos, caixas, decoração para mesa e o metalizado também segue com força principalmente o rosé gold e bronze.

A mistura étnica e a pitada de boho parece também permanecer com tudo, vemos as padronagens em criações autorais, em tapeçarias, em estampas. É legal ver como conversam com peças contemporâneas e também como andam criativas, como na linha linda da @lolamuller que expõe na feira Abup.

Será que a decoração escandinava e minimalista ainda persiste como super fonte de inspiração? Dá pra ver que o espelho Adnet (esse redondo com couro) segue firme, peças com madeira clara idem… Mas é possível que venham mais misturadas com outros estilos e mais cores!

Falando em mistura, a parede criativa repleta de objetos como quadros, colheres, pratos, flechas, tem seu espaço garantido. Bom exemplo dessa tendência que veio pra ficar são as porcelanas decorativas no estande da Cosi Home (logo da foto acima) e  Greghi Design. Espiem o preto e branco nas padronagens e a parede recheada do estande!

Para ver mais destaques e achados ao longo dos dias, tenho comentado no Instagram e aos poucos vou trazendo esses temas em voga aqui para as pautas do blog! Espero que gostem do radar!

Dicas
26 jan 2018

Planta do momento: costela de adão, dicas para cultivar

Além de proporcionarem um alívio para os olhos e um super bem-estar para os moradores da casa, as plantas são cada vez mais consideradas verdadeiros elementos de decoração, dignas de tendência e altos e baixos. Muitas espécies são ícones de décor não só no vaso, mas também estampando capas de almofada, padronagem de papel de parede, cerâmicas e pinturas. Tem uma folhagem do momento que só aumenta seu sucesso nos ambientes de revista, blogs, instagram: é a costela de adão, ou mostera deliciosa silvestre.

A vegetação grandiosa, imponente e com formato fotogênico e com personalidade é capaz de roubar a cena e embelezar mesmo apenas com uma folhinha no vaso. Bora aprender mais sobre a costela de adão e como cultivar da melhor maneira?

Dicas de cultivo: costela de adão

  • A costela de adão é uma planta de meia-sombra, então a incidência de raios solares deve ser indireta ou quase nula.
  • É aconselhável colocá-la ao sol, em exposição direta, somente durante o inverno ou em dias nublados. Nos dias ensolarados, proteja-a dentro de casa
  • Acostumada a climas tropicais, a costela de adão gosta de clima e terra úmidos e deve ser plantada em estações quentes
  • A rega deve ser diária no calor
  • Para ajudar sua planta a se desenvolver limpe suas folhas com uma esponja úmida. Com isso, além de retirar o pó que se acumula em suas folhas, você evita que a folhagem fique completamente seca.
  • Caso o ambiente do vaso seja pequeno, pode ter problemas, já que o crescimento é rápido e acelerado, ela é espaçosa.
  • É raro aparecer quando plantada dentro de casa, mas a costela de adão tem um fruto tóxico. Além disso, para mexer em suas folhas é recomendado o uso de luvas ou lavar bem as mãos após pegar em sua vegetação. Atenção para crianças e animais de estimação é importante.

 

Anotou as dicas para cultivar sua mostera deliciosa? Além de decorar a casa com vasos com a planta, também é válido comprar ou colher apenas folhas e decorar como arranjo de mesa ou detalhe lateral na sala de estar. A folha costuma durar muito trocando a água do recipiente. Para embelezar com verde, não tem segredo e nem desculpa!